Eu, por mim mesmo!

Dicas, re-posts, pensamentos.. blá!

E… gol da Alemanha!! :p
.
Bom dia, domingo!  (em Av. Beira Mar)
Não sei se cuscuz combina com frio, mas a mamãe preparou um #dahora aqui pra gente! Hummm

#food #iLike #like #frio (em Casa do RenatimAlmeida)
Beach! #landscape (em Guarapary, Espirito Santo, Brazil)

“Pedra de Amolar”

—   
Aquele que comigo,
quando eu choro,chora
Aquele que comigo dança,
A este jamais direi:
Ora,não me amoles
Porque se como o ferro com ferro se afia
Afia o homem a seu amigo
Isto hoje te digo: Podes me amolar!
Ó Deus, dá que quando entre eu e meu amigo
Houver atrito a ponto de sair faísca de fogo
Que eu não me desaponte porque esse tal
É enviado teu pra que eu não fique cego
Porque cego não vê que sem o esmeril
Se perde o fio, o gume
Quem pode perceber, não perde a comunhão,assume
Estende a mão, aceita

A pedra de amolar

Mostra tua força Brasil! É Hexa!

#GoBrazil #vaiBrazil #TeveCopa #BrazilJogando #Goal #OcampeaoVoltou #ByeChile #MyLove #Me #Like #Emotion #Heart #QuartasDeFinal (em CasaDaSyl)
Eu i u cumpâdi Wendel! Rita nóis!

#anarriê #Festa #RadioAmerica #happy #today #June
Terra, Planeta Água!

#water #land #feet #vacation #autumm #Like #Instalike #FollowMe (em Guarapari)

broadcastarchive-umd:

Zenith Cobra-Matic record changer, 1950 

(Fonte: henripix, via vinylespassion)

Memórias de um Caramujo - Nina

fuckyeahbrazilianmusic:

Nina
Memórias de um Caramujo

(André Vac)

Dorme, dorme minha querida 
Pois tudo tá tão tranquilo 
Pode sonhar sossegada 
Monstro também está dormindo 

Mas se o monstro acorda 
Você sabe muito bem que é melhor fugir 
Fica tudo tão estranho, tudo tenebroso 
Todo mundo sabe que o monstro vai levar você 
Para muito longe daqui 
Vai esconder os seus brinquedos 
E depois te transformar em um caqui 
E os seus irmãos ele vai transformar 
Em mexerica e kiwi 

Vai pegar uma cumbuca 
Para preparar salada de fruta 
Mas o seu irmão, que é muito bom de luta 
Vai pegar um gomo do irmão mexerica 
Pra jogar na cara do monstro 
Que agora já perdeu a 

Calma, filha, é brincadeira 
Sorte que cê tá dormindo 
Se sua mãe me pega falando essas coisas 
Nossa, acho que eu tô frito 

Mas já pensou se sua mãe fosse uma bruxa 
Disfarçada de sua mãe? 
Com uma verruga preta 
E um chapéu pontudo 
Todo mundo sabe que ela vai voar numa vassoura 
E te prender em um porão 
Vai pegar você e os seus irmãos 
E jogar num enorme caldeirão 

Vai fazer uma poção 
Com asa de barata e pelo de gato 
Mas o seu irmão, que é muito bom de papo 
Vai dizer que é o filho do conde Drácula 
E que seu melhor amigo é o Peter Pan 
E que é melhor fugir, se não quiser encrenca com a Terra do 

Nunca, que eu diria isso 
Sua mãe não é uma bruxa 
Ela tá muito mais pra um branca de neve 
Só que mais enxuta 
E enquanto você dorme eu penso 
Como será sua vida, daqui, sei lá, uns vinte e cinco anos? 
Será que você vai ter uns quinze filhos 
Que eu vou ter que sustentar 
Mas que injusto! 
Justo eu que custo a ter algum dinheiro 
Filha, eu sou músico! 
Que que te deu na cabeça pra ter quinze filhos 
Podia muito bem ser um ou dois ou três, até nenhum 
Seria tão 

Melhor parar de viajar 
Cê pode ter quantos filhos você quiser 
Sei que você vai ser responsável 
E de quebra uma bela mulher 

E às vezes, filha, eu penso 
Que eu to é com muito medo 
De quando você ficar mais velha 
E quiser sair de casa 
Porque não consegue mais me aguentar 
Vai me abandonar 
Se bem que eu acho que até que vai demorar 

A não ser que você seja dessas rebeldes, sem planos 
Vivendo em meio a subterrâneos seres urbanos 
Isso sem nem ter completado sete anos! 
Fica mais tranquila, filha 
Acho que eu nem vou te mostrar meus discos do Dylan 
Se não cê vai ter umas ideias loucas 
Vai sair andando pelas ruas e becos 
Com as roupas velhas da sua mãe que você não aguenta 
Pensando que vive nos anos sessenta 
Filha, é outro momento 

Não é que eu não goste de rock, 
Eu respeito 
Se você me disser que gosta de rap 
Eu aceito 
Só estou utilizando meu direito paterno 
De te privar de certas coisas que eu acho um inferno 
Não é que eu seja contra o que é moderno 
Mas você já viu o que tem no mercado? 
É tudo fabricado, falso minha 

Nossa, calma não é pra tanto 
Pode esquecer tudo isso 
Minha cabeça às vezes voa longe 
E o pensamento vira do avesso 

Mas já pensou se bem agora você acorda 
Filha, o que será de mim? 
Sua mãe vai acordar também e os seus irmãos 
E todo mundo sabe que ela vai gritar como uma louca 
E vai sobrar tudo pra mim 
Vai dizer que “nem pra olhar você dormindo eu sirvo” 
Esse será meu fim 

Vai expor os meus defeitos 
E vai me deixar ali todo sem jeito 
Mas como é que eu explico que eu não sou culpado 
É só que as vezes eu sonho acordado 
Mas o seu irmão, que tava ali calado 
Vai ver minha cara de desesperado 
E vai dizer 
"Mãe, porque ficar gritando e ficar discutindo se a sua filha agora tá sorrindo?"

Putz, que massa!